“A vida cristã é uma luta, porque o demônio não quer que nós sigamos Jesus”

São Miguel combate

 

“Devemos aprender com o Evangelho a combater o diabo porque ele também existe no século XXI”. Esta foi a principal mensagem do Papa Francisco na Missa desta sexta-feira.

A vida de Jesus foi uma luta. Ele veio vencer o mal, Ele veio vencer o demônio – foi desta forma que o Santo Padre se dirigiu à pequena assembleia presente na Capela da Casa de Santa Marta numa homilia inteiramente dedicada à luta contra o demônio. E advertiu que todos somos tentados:

“A tentação tem três características e nós devemos conhecê-las para não cair nas armadilhas. Como faz o demônio para nos afastar do caminho de Jesus? A tentação começa levemente, mas cresce sempre. Segundo, cresce e contagia um outro, transmite-se a um outro tenta ser comunitária. E no final, para tranquilizar a alma justifica-se. Cresce, contagia e justifica-se.”

Como exemplo, o Santo Padre citou as fofocas, que começam com a inveja do outro. Depois, a pessoa sente a necessidade de partilhar essa inveja com alguém. Esse é o mecanismo da fofoca, e todos são tentados a fazer isso. “Talvez alguns de vocês não sejam tentados a isso, se forem santos; mas também eu sou tentado a fofocar! É uma tentação cotidiana que começa suavemente como um fio de água. Cresce por contágio e, ao fim, se justifica”.

O Santo Padre destacou a necessidade de estar atento para não cair em tentações e acabar fazendo coisas que destroem as pessoas. “Se um fio de água não é parado no momento certo, pode se transformar em uma maré”, alertou Francisco.

A vida cristã é uma luta, porque o demônio não quer que nós sigamos Jesus. E ele existe mesmo neste nosso século XXI:

“Todos somos tentados, porque a lei da vida espiritual, a nossa vida cristã, é uma luta. O príncipe deste mundo – o diabo – não quer a nossa santidade, não quer que sigamos Cristo. Alguém de vocês, talvez, não sei, possa dizer: ‘Mas, padre, que antigo o senhor é, falar de diabo no século XXI!’. Mas vejam bem que o diabo existe! Mesmo no século XXI! E não devemos ser ingênuos. Devemos aprender com o Evangelho como se faz a luta contra o diabo”.

 

Newsletter

Cadastre-se para receber as notícias do Santuário!