Dom da fortaleza ajuda a viver as provações, diz Papa

papa_dom-da-fortalezaO dom da fortaleza foi o tema da catequese do Papa Francisco, nesta quarta-feira, 14. Continuando o ciclo de catequeses sobre dons do Espírito Santo, o Santo Padre enfatizou que a fortaleza nos ajuda a seguir adiante, mesmo quando há dificuldades na vida cotidiana.

Para explicar sobre esse dom, o Papa usou a parábola do semeador. Como o próprio Jesus explica, o semeador representa o Pai, que lança a semente da Sua Palavra, mas, muitas vezes, esta semente encontra um coração árido ou corre o risco de se tornar estéril.

“Com o dom da fortaleza, em vez disso, o Espírito Santo liberta o terreno do nosso coração da tibieza, das incertezas e de todos os medos que possam impedi-Lo. É uma verdadeira ajuda, pois nos dá forças e também nos liberta de tantos impedimentos”.

Francisco disse que, hoje, não faltam situações de perseguição, nas quais o cristão continua a testemunhar sua fé, mesmo que tenha de pagar com a própria vida. Trata-se de algo inexplicável humanamente, uma situação que só se explica com a ajuda do Espírito Santo, que infunde fortaleza e confiança mesmo nos momentos mais difíceis da vida.

“Todos nós conhecemos pessoas que vivem situações difíceis, tantas dores. Homens e mulheres que levam uma vida difícil, lutam para levar adiante a família e educar os filhos. Pessoas das quais não conhecemos o nome, mas que honram nosso povo, nossa Igreja, porque são fortes. Eles conseguem isso, porque têm a fortaleza que os ajuda. São santos cotidianos, santos escondidos em meio a nós com o dom para levar avante seu dever. E nos fará bem pensar nessas pessoas, pois se elas conseguem, por que nós não conseguiremos?”

Porém, o dom da fortaleza não é necessário somente em casos extraordinários, ressaltou o Papa, mas deve alimentar a santidade na vida cotidiana. Ele recordou uma frase do Apóstolo Paulo: “Tudo posso naquele que me fortalece”.

“O Senhor não nos dá uma prova maior do que podemos tolerar. Ele está sempre conosco. Às vezes, podemos estar tentados a nos deixar levar pela preguiça ou pelo desânimo, sobretudo diante dos cansaços e das provações da vida. Nesses casos, invoquemos o Espírito Santo para que, com o dom da fortaleza, possa aliviar o nosso coração e comunicar nova força de entusiasmo à nossa vida”.

Francisco iniciou esse ciclo de catequeses sobre os dons do Espírito Santo no dia 9 de abril. Desde então, ele já refletiu sobre os dons da sabedoria, entendimento e do conselho.

Por Canção Nova, com Rádio Vaticano

Newsletter

Cadastre-se para receber as notícias do Santuário!